RESENHA - O Artista Inconfessável

O Artista Inconfessável traz poesias autobiográficas, onde o leitor pode entrar no universo do autor e vivenciar alguns dos momentos que foram importantes na vida do autor. Começando lá na infância, o autor conduz o leitor pelos caminhados que ele trilhou, desde o nascimento da paixão pela literatura até o desabrochar de um verdadeiro artista. É quase como ler um romance, só que é a biografia de um poeta.




 SINOPSE:

O poeta João, escondido no homem, manifestava pudor ao falar de si. Há que se aprender pela pedra, há que se falar das coisas: faca, rio, perna, peixe, geometria do mar. Mas nesse não falar de si, o próprio João se perguntaria, não haveria algum falar?

A mitologia doméstica do menino nos engenhos de Pernambuco, João que viveu sua juventude no Recife, o diplomata que habitou muitas línguas. É desse homem que os poemas aqui reunidos falam, à maneira do autor – com precisão, sem metafísica.

O artista inconfessável é uma antologia inédita que procura resgatar, da obra cabralina, parte da memória pessoal desse poeta, considerado um dos mais inventivos e importantes do país, sem dúvida entre os escritores divisores de água e definidores de geração.


Eu nunca tinha lido um livro assim. Geralmente poesias são publicadas em coletâneas e o autor coloca ali um certo enredo. Mas é a primeira vez que leio uma coletânea de poesias que realmente me contam uma história. As poesias são como capítulos (como em qualquer outro livro, claro), mas ali há uma ordem cronológica que pode ser percebida pelo leitor ao folear as páginas. É quase como se estivéssemos ouvindo o poeta contar sua própria história.
E ainda tem o plus de ser um livro com uma diagramação bem feita, as páginas são todas em preto e branco, mas a Editora conseguiu tirar do minimalismo algo elegante e bem pensado. O livro também vem recheado de fotos que ilustram cada fase da vida do autor.

Marquei esse como: Uma livro baseado em uma história real, na lista de 50 livros.

SOBRE O AUTOR:

João Cabral é um poeta consagrado na literatura brasileira, natural de Pernambuco lançou seu primeiro livro aos 20 anos no Rio de Janeiro, com o Título Pedra do sono. João morou em vários países, mas a Espanha foi o que marcou presença em seus poemas. Entre seus poemas de destaque na literatura brasileira estão: O cão sem plumas; Rio e Morte e Vida Severina. Poemas estes que tiveram adaptações para a música, teatro e cinema. João ganhou vários prêmios como Camões, em Portugal e Rainha Sofia, na Espanha. E ainda, foi candidato ao Nobel de Literatura.



FICHA TÉCNICA:
Título: O Artista Inconfessável
Autor: João Cabral de Melo Neto
Editora: Objetiva
Gênero: Poesia
Páginas: 199
Ano: 2007


Jake dos Santos

Instagram