Diálogo na sala de espera

Ela acorda sozinha e com frio no sofá desconfortável da sala de espera. Um grupo de pessoas estão no sofá a sua frente, aguardando alguém. Um senhor de terno e cabelos grisalhos bem penteados. Uma senhora de aparência sofrida^e roupas simples está ao lado do senhor. Um casal mais jovem muito está sentado ao lado deles. Ela se senta lentamente lutando para manter os olhos abertos e tentando bloquear a luz do sol que clareava a sala. Pegou o controle remoto e ligou a TV para ver a hora, quase nove horas da manhã. Ela havia dormido mais do que devia, muito mais do que pretendia e ainda assim estava exausta. A noite anterior havia sido horrível. Ela continuou passando os canais para encontrar algo que lhe distraísse mais alguns minutos antes de voltar para a dura realidade de mais 18 horas de trabalho no escritório agitado. em um canal estava passando um filme romântico, um casal andando de mãos dadas. No outro um casal aos beijos numa cena provocante. Em outro uma cena de casamento de um filme muito famoso, mas que ela não se lembrou o nome. E foi passando os canais até chegar a um que passava um filme de apocalipse zumbi e ali ficou encarando a TV. O senhor a sua frente ficou incomodado.
_ Uma moça tão bonita como você devia ver um bom romance, não essas coisas horrorosas...
_ Eu não gosto de romance... Romance é algo criado para iludir as pessoas.. Cria a sensação de que somos queridos e que as pessoas se importam conosco, mas é tudo um teatro para aprisionar-nos em conceitos pré-definidos que nunca definiram o amor. Eu prefiro o amor...
_ E o que é amor sem romance?
_ É você se importar, estar presente, dizer não quando precisa ser dito, ligar quando não puder estar perto, proteger o outro do frio  e fazer o jantar quando a gente não conseguir chegar em casa a tempo ou muito cansada pra isso...
_ É.. você definiu o que é amor. Uma definição bem pratica, aliás, mas não incluiu o romance ai... Às vezes é preciso que haja um pouco de romance, no dia a dia, sabe? Um caixa de chocolates num dia de sábado a toa, jantar em um restaurante legal, presentes fora de época, esse tipo de coisa despretensiosa que faz o dia de vocês mulheres mais colorido.
_ Eu não sou muito fã disso...
_ Talvez porquê você nunca teve isso...
_ Talvez...
Uma mulher de meia idade vestindo um terno entrou na sala de espera e chamou pelo senhor que conversava com ela e, olhando para ela disse:
_ Alice, você está atrasada! Estão lhe esperando na sala de reuniões.
Desligando a TV ela se despediu dos presentes com um gesto delicado e foi porta adentro para enfrentar seus compromissos.

Jake dos Santos

Instagram